domingo, 1 de setembro de 2013

"FLOR DESERTO"

 "FLOR DESERTO"

No meu deserto
.......Tu és a única flor
Nas minhas veias
.......Agonia sem fim
Tempestades de pó
.........Areia leve, suave
Ar quente, arrepio que percorre
........Os meus sentimentos
Secos como uma folha
.......De medo, prazer e paixão
Quando o inverno chegar navego
.........Pelas margens do teu corpo
Tu és a flor do meu ser, do deserto
.........Somos tão frágeis, tão indefesos.

Isabel Morais Ribeiro Fonseca