sábado, 20 de outubro de 2018

🌻🌹🌷 FIZ DE TI 😇💗


FIZ DE TI

Fiz de ti um caminho
Um passeio, uma paisagem
Invento-te nas curvas do rio
Nas formas por entre as fragas
Cubro-te de flores do campo
Por onde caminho, no regresso
Amo-te, desejo-te, enlouqueço-te
Escondo-me, abrigo-me, recolho-me
Nas águas correntes mais profundas
Entre os salgueiros, os choupos, nos ramos
De tantos abraços das tuas margens
Fiz de ti um caminho para a vida.



😇💗Isabel Morais Ribeiro Fonseca

segunda-feira, 15 de outubro de 2018

NÃO DURMAS 🦋

NÃO DURMAS 🦋

Não durmas por favor
Olha que as dores habitam
Em mim, como o silêncio
Que descansa nos meus olhos

Vê, sente a minha alma
Nesta inquietude que tenta
Adormecer em mim
Como o vento que faz lá fora

Nas soltas palavras entre a brisa
Que se sente em pensamento
Sentinela com asas nas dores
Que tento com fúria minha guardar

Torno os sonhos num orvalho
Nuns sons despedaçados no regresso
Folhas secas que teimam em cair
Não durmas neste deambular meu

Pelas palavras da minha escrita
Letras que escrevo com sentido
Sentimento que tenta voar ao infinito

Isabel Morais Ribeiro Fonseca


sábado, 13 de outubro de 2018

NADA RESTA 🌹



NADA RESTA 🌹

Nada resta de mim do que fui
Apenas um restolho vazio
No seu próprio deserto
Entre as areias que sustive
Sem destino ou sem rumo
Que do vento apanho boleia
Como uma sombra solitária
Ou ainda um espectro que vagueia
Pelo horizonte longínquo.

Isabel Morais 🌹 Ribeiro Fonseca



quarta-feira, 3 de outubro de 2018

AS FOLHAS 🍁🍁


AS FOLHAS

As folhas secaram, agora nada resta
Só ficou a saudade nos ramos, galhos
Entre as palavras que dita a minha alma
Na música que foge nas notas dos lábios

Que humedecem na lânguida voz
Néctar que se alimenta entre os frutos
Que a árvore dá durante todo o ano
A vida cresce sem dúvida aos poucos

Alimentado-se no caminho encantado
Para se aninhar nos ramos entre as folhas
Libertando aromas num belo olhar, o teu
Cores garridas nas palavras bonitas de ti.


Isabel Morais Ribeiro Fonseca