quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

VÍRGULAS E PONTOS🌹



(¯`⋎´¯)
.`•.¸.•´🍃🌹

Ouve-me entre as sílabas
Escuta-me nos pontos
Só mais esta noite amor.


🍃🌹‿.•*´¯ 🍃🌹 •*´¯🍃🌹🍃🌹‿.•*´¯ 🍃🌹 •*´¯🍃🌹





Há palavras que devoram as lágrimas

      De todos aqueles que amam.

(¯`⋎´¯)
.`•.¸.•´🍃🌹









VÍRGULAS E PONTOS

Escrevi muitos poemas para que lesses🍃🌹
Que entendesses cada vírgula, cada ponto
Cada sentimento meu por ti amor, onde🍃🌹
Desenhei o céu azul nas telas de aguarelas
Fiz doces, amargos poemas de tanto clamor 🍃🌹
Leste-me em segredo, mostrei-me sem medo
Fiz dos pontos o meu silêncio, num livro folheado
Por ti, enquanto eu tinha a escuridão na alma
E o abandono no meu pobre coração 🍃🌹‿
Sem rodeios, sem meias palavras escrevi
Para ti, sem nó, sem ter as pautas das notas
Desafinadas, com tanta força, com tanta paixão
Com o mesmo entusiasmo que sentia outrora.

Isabel Morais Ribeiro Fonseca

🍃🌹‿.•*´¯ 🍃🌹 •*´¯🍃🌹🍃🌹‿.•*´¯ 🍃🌹 •*´¯🍃🌹