quarta-feira, 1 de junho de 2016

GATUNOS


GATUNOS

Puta vida, puta sociedade
Somos todos fodidos nesta vida
Sem dignidade, sem respeito
Não somos nada nesta miserável vida
Tenho vontade de fazer explodir
As malditas e mais rudes palavras
Nesta gente sem sentimentos
Sem respeito da vida humana
Malditos que não respeitam ninguém
Nem os velhos ou as crianças
Pobre de quem trabalha para comer
Mas de nada serve lamentar, chorar
Quando espreita a morte, a fome
A desonra sem ter honra
Revolta no peito ferido de morte
Num mundo de hipocrisia, de cinismo
De guerra, de fome nas palavras sentidas
Com amor, com paz, dos que tudo perderam
Para os poderosos corruptos, gatunos
Bancos que nos roubam, até a pele do corpo
Desta puta vida que tudo nos tira sem nos dar nada.
╭✿
Isabel Morais Ribeiro Fonseca