quarta-feira, 5 de março de 2014

VELHAS

VELHAS

As nuvens estão negras
E cobrem o céu
Assim esta frio o meu coração
Feito de luar nesta noite calma
Vestido de vida
Despida de memórias
Manso suave das águas do rio.
Mãos vazias
Cheias de nada, casas velhas
Desabitadas, perdidas
Esquecidas, medo
Segredos das chaves feridas
As nuvens estão negras e cobrem o céu.
Nasce o sol vestido de luz feita de madrugada.

Isabel Morais Ribeiro Fonseca