terça-feira, 16 de julho de 2013

A BEIRA DO MAR

 A BEIRA DO MAR

Sentei-me a beira do mar
Sentei-me a beira do rio
Molhei os pés na agua salgada e doce
Senti os teus beijos salgados e doces
Com sabor, mel e limão
Nas suas águas salgadas e doces
Com os teus braços fortes em volta
Do meu corpo estremeço de arrepios
És quente, doce e salgado
Como o nosso amor que é só nosso
Ficamos a beira do mar, a beira do rio
Com a chuva que cai aquecendo os nossos corpos
A nossa alma e o coração nas margens do rio, a beira do mar.

Isabel Morais Ribeiro Fonseca