sexta-feira, 12 de julho de 2013

"SOMOS SELVAGENS"

 "SOMOS SELVAGENS"

............Não pertencemos a ninguém
Somos selvagens, somos livres
Andam sozinhos e solitários os lobos
Seres inteligentes, invejamos sempre quem voa livremente
Vivemos numa sociedade de falsos moralistas
Daqueles que faz o que eu digo não faças o que eu faço.
Hipócritas, mentirosos, pessoas ridículas
Que querem parecer ou ser, o que não são, temos de libertar-nos
Das correntes, dos opressores, arrogantes e intriguistas
Os lobos e a sua liberdade, caçam para comer, nós por prazer
Cobiço quem vive solitariamente a sua liberdade
Já suportei ventos e tempestades, tristezas, dor e saudade
Sou como uma loba imperfeita que procura o cheiro do capim
Da chuva e da terra molhada, cansada da vida, perseguida num mundo
Onde os amigos falsos são muito piores que os animais selvagens
Como os lobos, gostar das sombras, dos aromas
Dos sonhos escondidos, da noite, da lua, das margens do rio
Onde vou saciar a minha sede esta loba solitária que sente o cheiro
Das gotas do orvalho da manhã.

Isabel Morais Ribeiro Fonseca