domingo, 30 de junho de 2013

NOJO DESTE MUNDO

 NOJO DESTE MUNDO

...........Sinto nojo
Deste mundo cruel para os idosos e crianças
Sinto nojo das mães que matam os seus filhos
Dos homens e mulheres que se matam mutua
dos homens e mulheres que se matam mutuamente.....

Leia mais: http://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=250784 © Luso-Poemas
dos homens e mulheres que se matam mutuamente.....

Leia mais: http://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=250784 © Luso-Poemas
dos homens e mulheres que se matam mutuamente.....

Leia mais: http://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=250784 © Luso-Poemas
dos homens e mulheres que se matam mutuamente.....

Leia mais: http://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=250784 © Luso-Poemas
Sinto nojo dos homens que casam com crianças
E que muitas vezes são maltratadas pela própria família
Sinto nojo dos violadores e dos pedófilos sejam
............Padres ou homens comuns
Deviam ser todos castrados ou capados
..............E fechados no inferno
Sinto nojo dos filhos que roubam os pais
............E que os maltratam
Sinto nojo e pena dos pais que não sabem amar os seus filhos
Sinto nojo de mim própria por virar a cara para o lado
Que mundo é este, que todos nós temos medo de olhar.

Isabel Morais Ribeiro Fonseca