quinta-feira, 27 de junho de 2013

MEL DA TUA BOCA

 MEL DA TUA BOCA

As fragas
Deixam o eco da tua voz
As silvas
Deixam o teu corpo a sangrar
As urtigas
Deixam marcas no teu corpo
Que só o amor pode curar
As cerejas, são tão doces
Como os teus beijos
São o mel da tua boca
Que me deixa louca de amar-te ao luar.

Isabel Morais Ribeiro Fonseca