quinta-feira, 5 de junho de 2014

SOU TRISTE

Sou triste
Talvez nostálgica
Já fui muito alegre
Se alguém lesse tudo
Que escrevo por aí...
Diriam que coração triste!
Que sofrimento é esse?
Se alguém lesse tudo
Que escrevo por aí...
Diriam o que é que a vida lhe fez?
Para tanta amargura!
Se alguém lesse tudo
Que escrevo por aí
Em guardanapos
Em toalhas de papel
Que deito fora no lixo
Do café...
Ficariam a pensar, coitada.
Ou é louca, ou está perdida
Se alguém lesse tudo
Que escrevo por aí
Ficariam a saber como a minha alma
Está despida e nua!
Se alguém lesse tudo
Que escrevo por aí...
Talvez alguém me conhecesse...
Só um pouco, um pouquinho mais de mim.

Isabel Morais Ribeiro Fonseca