terça-feira, 5 de novembro de 2013

"REFLEXOS"

"REFLEXOS"

Reflexo com cor
Tempestade sem vento
Sol desbotado
Esculpido indolor
Verdade escondida
De uma alma sem medo
Dor intempestiva
Na ausência do amor
sem tempo sem sonhos
Erva rasteira de gotas de dor
Fraga esquecida no rio imenso
Sopro do vento, areia sentida
Peito dor rido perdido no tempo
No deserto do nosso amor.

Isabel Ribeiro Fonseca Fonseca