quinta-feira, 21 de novembro de 2013

Não quero deixar que a saudade..


Não quero deixar
Que a saudade sufoque-me
E que a rotina se torne rotineira
Do medo de viver
Que me impeça de tentar
Gosto de sentir os teus beijos delicados
Saborear a tua boca
De perder-me nos teus braços
Não quero deixar
Que a saudade se torne em rotina.

MariaIsabelMoraisRF