quarta-feira, 21 de agosto de 2013

BEIJOS

 BEIJOS

Oh boca
Lábios que tanto beijei
Como um dia gostei
Hoje no entanto rejeitas
Esquecendo que te amei.


 Boca suave, fresca
Amarga, doce, salgada
Removo a minha
Alma impura e calo-me.





Lábios quentes
Salgados, doces
Grito bem alto
A estrondosa palavra, silêncio.

Isabel Morais Ribeiro Fonseca