segunda-feira, 22 de julho de 2013

ALMA GÊMEA


ALMA GÊMEA

Tu és a minha alma gêmea
O meu eterno amor
E ao ver a chuva cair
Sinto vontade de ir para a rua
Molhar-me sentir a agua a correr
Como as lágrimas que insistem
Em cair dos meus olhos de tanta felicidade
Ao acordar abro a janela do quarto
Olho para o céu e digo bom dia
Senhor obrigado por amar e ser amada.

Isabel Morais Ribeiro Fonseca