segunda-feira, 13 de maio de 2013

SENHOR

Senhor quero dormir no teu colo
E sentar-me na cama e convidar-te para estar comigo
Eu não sei à quanto tempo não nos falamos
Se por minutos ou talvez horas.
Eu gosto de conversar contigo, ouvir tua voz.
De contar-te as minhas dúvidas os meus medos.
Os meus anseios.
Nem sei se tenho inimigos
Pois acredito que o maior deles é o que temos dentro de nós mesmos.
Enquanto não atravessarmos,  a dor da nossa própria solidão
Não saberemos amar e perdoar
Eu sei que todo o esforço será recompensado e que nada foi em vão.
O teu amor e a tua imensa misericórdia, são para mim o meu maior consolo.

Isabel Morais Ribeiro Fonseca