domingo, 26 de maio de 2013

"CAMA FRIA"

"CAMA FRIA"

Cá estou eu no meu quarto frio
Na cama triste e vazia
Sinto uma dor no peito e o coração apertado
Sinto o cheiro a dor e melancolia
O tempo parece parado

Nenhum vento ou brisa.
O som do relógio já velho e partido
Na minha cama vazia de afetos
Passo as noites na solidão
Olhar para o céu sem estrelas
Ao meu lado, o vazio a solidão
Nas noites, insônias intermináveis
O corpo e a alma sentindo frio
Busco nos vãos da memória
Um resquício, um alento
Qualquer pedaço da nossa história.
Uma cama vazia, é um canto de saudade
Mostrando toda a infelicidade
Causada por uma triste solidão

Isabel Morais Ribeiro Fonseca