domingo, 7 de julho de 2013

MULHER MADURA

 MULHER MADURA

Ser uma mulher madura
Não é amadurecer, é deixar o tempo passar em vão
Não é sentar-se de baixo de uma árvore e sentir o calor do verão
E esperar que o outono resolva a sua independência.
Amadurecer é saber a diferença entre
A primavera que é o correto e o inverno que e o desafeto
É lutar com a coragem e sem fugir nas horas que a ansiedade aparecer
Amadurecer, não é só pelos seus cabelos brancos
É crescer na mente e no coração, na razão e na emoção
Sem mimos e sem ser piegas, pois o amadurecimento abre a porta
Da claridade e da verdade
Não tenha medo de ser uma mulher madura é ser simplesmente eu
Rir, sorrir, chorar e continuar a ser criança
Ficar no sol e sentir o vento gelado no nariz
Sentir cheiro da erva cortada e do café passado
O cheiro de chuva e das flores
Da brisa do mar e principalmente do cheiro de vida
Ame e seja feliz com os seus cabelos brancos.

Isabel Morais Ribeiro Fonseca