sexta-feira, 5 de julho de 2013

GOTAS DE CHUVA

 GOTAS DE CHUVA

As gotas de água que fazem a chuva
São as lágrimas de amor de todos aqueles
Que amam e sofrem por amor
Os grãos de areia que fazem os desertos
São o silêncio da nossa alma, que vive na solidão
Navio que anda perdido no mar
São as ondas e os abraços da saudade
Daqueles que deixaram de amar
O orvalho da noite e os raios do luar
São os beijos de amor que nos dão ao deitar
O vento e a tempestade, são os doces gritos do desejo
Da paixão dos que se unem e se fundem num só.

Isabel Morais Ribeiro Fonseca